A felicidade e a emoção nas noites de lançamento do Seaflowers Digital, primeiro Campeonato Digital de Surf Feminino, tomaram conta de mim! Começando pela vibe incrível do espaço que escolhi pra fazer essa festa, a Lar Mar em São Paulo, até a energia incrível de toda a galera, amigos e família que colaram por lá. No Rio de Janeiro, a festa foi no 360 Sports, um pico alucinante e de cara pra natureza. 

Minha maior motivação é fazer o surf feminino bombar, e o Seaflowers foi uma forma que eu encontrei de realizar esse sonho. Em SP, as meninas compareceram em peso, e de quebra o mestre Neco Carbone fez uma prancha pra mim ao vivo, que vai comigo, a vencedora do Seaflowers e mais 14 meninas na boat trip das Maldivas e pra outras surf trips. A nave 5.7 round ficou animal, e além dela, a prancha PET da Guaraná tava lá e vai espalhar a sustentabilidade pelo mundo junto comigo num projeto incrível. 

Depois de me sujar inteira na sala de prancha ajudando o Neco a lixar a nave (foi irado), eu respondi algumas perguntas sobre o Seaflowers, o surf feminino e a trip das Maldivas feitas pelos parceiros da Hurley, Guaraná Antarctica, Ocean Travel, N&N Consultoria, e da galera que tava lá curtindo a vibe. E até rolaram até algumas lágrimas no final, foi tudo inesquecível. No Rio, amigas de uma vida estavam lá cheias de energia boa e amor pelo surf. 

Eu sempre sonhei em ir pras Maldivas, e tô muito ansiosa pra curtir o paraíso das ondas perfeitas numa barca só pra meninas! Tenho certeza que vai ser uma viagem dos sonhos, e poder reunir a mulherada pra atravessar o oceano em busca das melhores condições pro surf não tem preço. Eu só agradeço por ter tantas pessoas especiais por perto que acreditam no surf feminino, e estão vivendo tudo isso junto comigo! 

Galera que leu até aqui, se tiverem dúvidas sobre a trip ou sobre o Seaflowers comentem aqui embaixo.